Seiva

Seiva é música de identidade portuguesa a mostrar a força vital da oralidade rural e da urbanidade. É um olhar feminino sobre a alma portuguesa, presente nas canções de trabalho, nas romarias, nos adufes e pandeiros, em instrumentos como o cavaquinho, a viola braguesa e as gaitas de fole,ritmos antigos e canções de fé, com especial ênfase nas mulheres que protegem, acolhem e conhecem todos os males.Estas Mulheres são de uma ancestralidade imemorial, também conhecidas por “Senhoras”: como a “Senhora do Leite”, “Senhora dos Remédios ou a “Virgem da Consolação”, invocadas em cantos que transformam a fé em verdadeiros actos de cura. Joana Negrão encarna cada uma destas “Senhoras” na suaperformance e a elas se entrega com amor e devoção em cada canção. A raiz da identidade dos Seiva ganhaainda mais eco com Rita Nóvoa, que alia graciosidade e força nos tambores que fazemo coração bater mais forte. Ritmos que o tempo vai deixando para trás, mas que se reinventam em novas vidas e em novas texturas. Seiva também existe na viola braguesa, e no cavaquinho de Vasco Ribeiro Casais e olha em frente para desbravar novos caminhos, misturando a tradição com eletricidade sem pudores nem purismos. Os Seiva fazem com que as raízes portuguesas ganhem um novo significado nos dias de hoje.