Nação Vira Lata

Nação Vira Lata
Website: www.nacaoviralata.blogspot.pt
| Facebook: https://www.facebook.com/nacaoviralata/

Nação Vira Vira Lata (NVL) é um coletivo de percussão orientado por Winga, que se baseia nos ritmos afro-brasileiros e portugueses. Os sons de Nação Vira Lata são, efetivamente, uma fusão de batidas e pulsões de ordem tribal. Um projeto único, que mistura tradição e contemporaneidade. Os traços de atualidade são-lhe dados/acrescentados ao vivo pela dicotomia entre as percussões, cânticos tribais e efeitos sónicos. Os ritmos de Nação Vira Lata resultam numa fusão alegre que une batidas/pulsões de ordem tribal e festiva. Um projecto único de fusão entre o primitivo e o urbano. Neles a música assume um carácter celebrativo, de profunda gratidão pela génese do seu universo musical, performativo e ideológico. Há a natureza expressiva das quentes raízes africanas que os envolvem nas percussões, os gritos das tribos e do imaginário mundo que os rodeia Após vários anos de estudo sobre a temática da percussão Portuguesa, Brasileira e Africana, nasceu a vontade de criar e desenvolver uma ideia diferente. Um projecto Urbano de investigação e pesquisa sobre a história e a intenção dos ritmos ancestrais e a mistura com as culturas urbanas. Desta forma nasceu uma identidade tribal contemporânea baseada na história dos ritmos tradicionais, desde as suas origens e o seu processo de desenvolvimento.
Os ritmos utilizados pelo grupo tem a sua origem nas Caraíbas, Angola, Jamaica, Marrocos, Bahia, Guiné Conakri, Cuba, Moçambique, Paquistão, Mali, Índia, Senegal, Burkina Faso e Portugal. Cada ritmo caracteriza uma civilização e suas religiões. A semente mestiça foi criada em Lisboa... as músicas, assim como as letras são composições originais da banda. O objectivo é um projecto tribal alternativo urbano. Um mundo musical sem fronteiras, pela paz e inspirado no poder criativo da natureza.